Picos-PI, 21 de maio de 2024
Cidades

IBGE: Seis cidades do Piauí estão entre as 10 piores do país em analfabetismo; Veja quais são

Segundo o Censo Demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Piauí possui seis municípios entre os dez com as maiores taxas de analfabetismo no Brasil. São eles: Floresta do Piauí (34,68%), Aroeiras do Itaim (34,63%), Massapê do Piauí (34,30%), Paquetá (34,28%), Padre Marcos (34,01%) e Alagoinha do Piauí (33,61%).

Floresta do Piauí tem uma taxa de analfabetismo de 34,68%, sendo o segundo município com a maior taxa de analfabetismo no Brasil, superado apenas por Alto Alegre, em Roraima, que registrou 36,81%.

CICA*FOTOS

Teresina, a capital do estado, apresentou a menor taxa de analfabetismo entre os municípios piauienses, com 7,12%. Isso representa uma redução significativa em relação a 2010, quando a taxa era de 9,12%. Apesar dessa melhora, Teresina ainda possui a segunda maior taxa de analfabetismo entre as capitais brasileiras, ficando atrás apenas de Maceió, em Alagoas.

Dos 224 municípios do Piauí, apenas 29 (12,9%) apresentaram uma taxa de analfabetismo menor que a média estadual de 17,23%. Todos os municípios, exceto Teresina, apresentaram uma taxa de analfabetismo superior a 10%. As menores taxas, após Teresina, foram registradas em Floriano (10,20%), Parnaíba (11,74%), Bom Jesus (11,90%), Curimatá (12,59%) e Corrente (13,28%).

Por outro lado, todos os dez municípios do Piauí com as maiores taxas de analfabetismo apresentaram índices acima de 30%, quase o dobro da média estadual. Floresta do Piauí lidera a lista, com mais de um terço de sua população incapaz de ler ou escrever. A taxa de analfabetismo de Floresta do Piauí é quase cinco vezes maior que a média nacional de 7,0%.

Alguns municípios do Piauí conseguiram reduzir significativamente suas taxas de analfabetismo entre 2010 e 2022. Acauã, por exemplo, viu sua taxa cair de 30,41% para 16,89%, uma redução de 44,46%. Demerval Lobão e Cajueiro da Praia também apresentaram reduções expressivas, de 42,79% e 41,42%, respectivamente.

Veja as 10 cidades do Brasil com as maiores taxas de analfabetos

1 – Alto Alegre (RR) 36,81%

2 – Floresta do Piauí (PI) 34,68%

3 – Aroeiras do Itaim (PI) 34,63%

4 – Massapê do Piauí (PI) 34,30%

5 – Paquetá (PI) 34,28%

6 – Estrela de Alagoas (AL) 34,20%

7 – Padre Marcos (PI) 34,01%

8 – São Domingos (PB) 33,77%

9 – Alagoinha do Piauí (PI) 33,61%

10 – Branquinha (AL) 32,90%

 

Fonte: GP1

 

BANNER MATÉRIA FINAL 2

Deixe um comentário