Picos-PI, 5 de janeiro de 2023
Política

Rafael Fonteles empossa seu secretariado: “Nível de exigência será elevado”

Na posse do secretariado, o governador Rafael Fonteles (PT) fez um discurso duro, afirmou que o patrão é o povo, mandou recado para o secretariado e disse que quer implantar o “Cidadãocentrismo”.

“O cidadão é em primeiro lugar e vamos inaugurar o ‘cidadãocentrismo’ e não pensar no órgão, instituição”, disse Rafael, pedindo empenho e disse que a equipe tem que trabalhar mais para o cidadão. “Nosso patrão é o povo”.
O governador afirmou ainda que o nível de exigência será elevado, cobrando metas.

“Serão submetidos a pressões, elevada carga de trabalho e vão prestar contas a diversos órgãos. Aqui cada um tem que ter o perfil de técnico e político, que significa a arte de dialogar, dialogar com a sociedade e entidades e representantes do povo. E se pisar na bola dança também. Por isso é desafiador”, afirmou.

O novo governador garantiu que a oposição será tratada com respeito. “A oposição nos ajuda a errar menos”.

Ao iniciar a fala, Rafael pediu desculpas por ter apenas 30% dos cargos ocupados por mulheres. “Queremos ampliar mais, é nosso desejo”.

Segundo Rafael, os tempos de ataques aos entes federados acabou com o governo Lula e que o País viverá “tempos de diálogo”.

No discurso Rafael Fonteles relembrou os eixos estratégicos como manter o equilíbrio fiscal, direitos humanos, meio ambiente, transformação digital, participação popular e gestão eficiente com resultados.

 

Assista discurso de Rafael Fonteles:

Atualizada às 18h

O governador Rafael Fonteles (PT) empossa na tarde desta quinta-feira (5) toda equipe do primeiro escalão em solenidade coletiva no Centro de Convenções. O ato conta com a presença do vice Themistocles Filho (MDB) é de diversos deputados da base aliada.

Chico Lucas fez o discurso de abertura da solenidade de posse. O secretário de Segurança fez um resumo da transição e elogiou o governo anterior.

“O governo Wellington Dias e Regina Sousa transformou esse estado. Deu voz aos excluídos . Eles foram responsáveis por tirar o Piauí da série D. Levaram dignidade e educação para todas as cidades do Piauí ” , disse.

Oficialmente 42 nomes, entre secretários, diretores e superintendentes assumem pastas.

Rafael Fonteles anunciou em entrevista à imprensa antes da posse que vai concluir todas as nomeações do secretariado até o final de janeiro. Este primeiro mês será dedicado a adequação da máquina ao novo estilo de gestão.

O governador ainda acrescentou que na terça-feira (10) vai reunir todo o secretariado novamente, desta vez, para uma reunião técnica. Os planos de ações de cada gestão terão que ser apresentados e Rafael Fonteles vai estipular as metas de cada uma.

“Será uma reunião mais técnica, hoje é uma posse solene, vamos apresentar diretrizes e orientações gerais, além das metas. No momento, a preocupação é a formação da equipe, que deve durar uns 30 dias para cada secretaria ter o seu organograma. Assim como fiz com o primeiro escalão, cada secretário terá que fazer com a sua pasta, claro que com a nossa anuência”, explicou.

A curto prazo, Rafael Fonteles priorizará a Segurança nos primeiros meses de gestão. Uma das metas a curto prazo é a criação de um programa chamado “Pacto Pela Vida”, que vai envolver as polícias estaduais, o Poder Judiciário e Ministério Público.  Já a longo prazo estão as escolas de tempo integral e a geração de 80 mil novos empregos.

 

Posse coletiva com símbolo de união 

O secretário estadual de Governo, Marcelo Nolleto explicou que a decisão de fazer a posse coletiva foi pensada como um símbolo para a nova gestão. “Hoje, estamos tendo essa posse conjunta que simboliza a união e a harmonia e o entusiasmo de fazer um Piauí bem melhor”, disse.

Concurso público 

O secretário Estadual de Planejamento, Washington Bonfim (PSB) afirmou que o governo avaliar fazer um novo concurso para setores voltados para a tecnologia.

“Ainda estamos na fase de criação para essas carreiras, mas [o concurso] é algo que temos pensado no sentido de dar mais celeridade e adaptar a estrutura do governo do estado”, diz.

Bonfim ainda falou sobre outra medida também já anunciada para o novo governo: a criação de Planos de Cargos e Carreiras para servidores desta área.

Segundo o secretário, é uma meta do governador Rafael Fonteles digitalizar todo o governo. Há previsão, inclusive, para que essa modernização dos documentos da máquina estadual seja prevista em Lei.

“A gente estava falando sobre transformação digital, precisa de mais técnicos e analistas, precisa de pessoal na área de infraestrutura. Então, temos a intenção de estruturar melhor essas carreiras usando alguns exemplos importantes no governo federal que tem carreiras bem sólidas nessa área”, acrescentou.

Ofertar mais serviços online

Washington Bonfim destacou ainda que o governador propõe a melhora de serviços públicos. “Alcançar esse objetivo na avaliação dos novos gestores, requer mais agilidade ao atendimento ao público alvo. O plano é abastar as filas em departamentos públicos criando mecanismos na internet que permitam o acesso on-line de atendimentos, antes, presenciais”.

BANNER SQUARE FINAL

Deixe um comentário