Picos-PI, 15 de julho de 2022
Outras notícias

Conta de energia deve vir mais barata em julho após redução do ICMS

Equatorial Piauí anunciou que as contas de energia dos mais de 1,4 milhão de clientes já serão emitidas levando em conta a nova alíquota de ICMS, de 18%. A alteração no imposto foi determinada pelo Governo Estadual através da Lei Estadual nº 7.846, do último dia 12 de julho.

No estado, o ICMS que incide sobre a tarifa homologada de energia é dividido em três faixas de consumo. Os clientes que consomem até 50kWh/mês possuem isenção do ICMS, e essa condição permanece inalterada com a nova lei. Já para consumo superior a 50 kWh/mês e inferior a 200kWh/mês, até o dia 12 de julho, era aplicada uma alíquota de 22% e quando o consumo mensal é superior a 200 kWh, de 27%. Com a divulgação do decreto, a alíquota passa a ser única, de 18%.

(Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil)

 

Para o cliente que a redução se aplica apenas sobre o consumo faturado, uma vez que sobre o valor total da fatura são levados em conta outros lançamentos, a exemplo de Contribuição para Custeio de Iluminação Pública (COSIP), Encargos por atraso, Parcelamentos e outros itens. A informação da alíquota incidente e o do valor total do ICMS cobrado estão disponíveis na fatura de energia mensal, no campo Imposto Tributo.

Para facilitar o entendimento, considerando uma conta de energia em que o consumo mensal seja de 115 KWh, portanto, na primeira faixa de aplicação do ICMS, no cenário anterior, considerando a incidência somente sobre a tarifa de energia sem os outros componentes, o valor do ICMS cobrado totalizaria aproximadamente R$ 20,37. Com a redução da alíquota de ICMS, o novo valor de imposto cai para aproximadamente R$ 15,85, nas mesmas condições.

Fonte: Portal O Dia

BANNER SQUARE FINAL

Deixe um comentário