Picos-PI, 18 de fevereiro de 2022
Política

Após posse, vereador Antônio Moura participa de primeira sessão na Câmara de Picos

O vereador Antônio Moura Martins (PCdoB), participou da sua primeira sessão ordinária na Câmara Municipal de Picos, nesta quinta-feira, 17 de fevereiro, após tomar posse. O parlamentar foi empossado na última sexta-feira, 17 de fevereiro, após a retotalização dos votos da eleição municipal de 2020.

Em seu discurso, Antônio Moura falou da alegria de estar retornando ao legislativo picoense, pois o mesmo já tinha tomado acento na casa por um período na última legislatura.

Vereador Antônio Moura – Foto: Portal Tô de Olho

“Queria iniciar minhas palavras dizendo que estamos retornando a esta casa, digo assim por que passei um ano e um mês na legislatura passada, como primeiro suplente assumi alguns períodos, e agora estou aqui retornando de forma diferente, porque agora assumimos o mandato que o nosso partido, o PC do B, conquistou nas urnas em 2020” assegurou.

Antônio Moura também falou das dificuldades até chegar ao acento do legislativo, que segundo o parlamentar foi retardada e que deveria ter acontecido ainda em janeiro de 2021.

“Eu devia ter assumido em primeiro de janeiro de 2021, mas infelizmente havia um processo tramitando na justiça que anulava a nossa convenção, deixava nossos votos inválidos, fizemos uma campanha sub judice e criou-se um exercito de pessoas contra as candidaturas que concorriam pelo PC do B, e por conta disso retardou a nossa chegada aqui nesta casa” disse o parlamentar.

Ele também aproveitou a oportunidade para agradecer pela justiça que foi feita e esclarecer que não existiu nenhum problema com o ex-vereador Renato.

Vereador Antônio Moura – Foto: Portal Tô de Olho

“Quero agradecer a Deus, agradecer a justiça que foi feita, e quero dizer aos picoenses, que não existe uma luta, uma guerra entre eu e o vereador Renato, muito pelo contrário, o vereador Renato foi um grande vereador que sempre que passou aqui por essa casa deixou o seu trabalho, e eu sou um admirador do trabalho do vereador Renato. E queria dizer que foi apenas uma coincidência, em meu lugar poderia ser qualquer um dos outros camaradas, bem como no lugar do Renato poderia ser qualquer outro, e o que eu fiz foi apenas correr atrás daquilo que é direito nosso” relatou.

Relembre o caso

Em setembro de 2020, o juiz eleitoral Fabrício Paulo Cysne de Novaes, titular da 10ª Zona Eleitoral de Picos, decidiu pela anulação da convenção partidária do PC do B de Picos, em relação aos candidatos aos cargos proporcionais.  A decisão veio após Raniery Lima, sobrinho do ex-prefeito de Picos, Padre Walmir, recorrer à Justiça Eleitoral após não ter seu nome homologado como candidato a vereador pela sigla. A retotalização dos votos provocou mudanças na Câmara Municipal de Picos, sendo que, Antônio Moura assumiu o cargo de vereador e Raimundo Nunes Ibiapino, o Renato (PT), deixou o cargo e se torna primeiro suplente do Partido dos Trabalhadores.

BANNER MATÉRIA FINAL

Deixe um comentário